Aquecimento para o Serralves em Festa faz-se na Baixa

Conjunto de performances que pretendem convocar a cidade para o maior festival de expressão artística contemporânea em Portugal terá lugar na Baixa.

Agendado para os dias 2 e 3 de junho, o Serralves em Festa na Baixa vai desenvolver-se este ano em três espaços da cidade: Terreiro da Sé, Praça do General Humberto Delgado e no interior do número 195 da Avenida dos Aliados. Serão três momentos de apropriação da cidade por outros tantos artistas internacionais, em disciplinas como a dança contemporânea, a música, a instalação e a performance, numa parceria entre a Fundação de Serralves e a PortoLazer.

Em seguida podem conhecer os projetos presentes no evento e os horários das atuações:

> “Strata.2” (dança contemporânea), por Maria Donata d’Urso
2 e 3 de junho | 19h30-20h | Terreiro da Sé

Esta performance desenvolve-se numa escultura que se relaciona diretamente com o espaço urbano onde está instalada. Elástica e alterável, “Strata.2” permite à performer jogar sem limites e sem riscos com o seu peso e desequilíbrio. Linhas em movimento como uma arquitetura vazia dialogam com o lugar para fazer emergir um momento de suspensão espácio-temporal no nosso quotidiano. Maria Donata D’Urso é curadora, coreógrafa e bailarina. Nascida na Catânia, em Itália, estudou arquitetura e dança contemporânea.

> “Ecrãs que Estouram” (música, instalação, performance), por Alex Mendizabal
2 e 3 de junho | 10h-22h | N.195 da Avenida dos Aliados

Ao longo de uma carreira com mais de 30 anos, o basco Alex Mendizabal foi-se afastando progressivamente dos modos mais tradicionais de produção de música, aproximando-se de explorações mais experimentais e heterodoxas, nomeadamente na forma de ambientes sonoros, concertos em movimento ou músicas subaquáticas, entre outras. O artista basco, sediado em Roma, irá apresentar no Porto um projeto onde utiliza um grande número de balões enquanto instrumentos de sopro. O artista convoca as qualidades acústicas do espaço e a participação do público.

> “Wreck” (música, performance), por Jon Rose
3 de junho | 22h00 | Praça do General Humberto Delgado

Vencedor do Prémio Don Banks em 2012 pela sua contribuição para a música australiana, o artista e compositor Jon Rose desenvolve o seu trabalho a partir da amplificação de peças de veículos decadentes. O resultado é uma experiência única e peculiar, com vibrações sonoras de uma imensa intensidade musical e de vídeo. No Porto, a realização de “Wreck” será feita com a colaboração dos seguintes músicos da cidade: Jorge Queijo, Luís Bittencourt, Henrique Fernandes e José Alberto Gomes. O projeto conta ainda com a colaboração do fotógrafo Paulo Cunha Martins, na recolha de imagens e projeção de vídeo.

A iniciativa serve de aquecimento para o Serralves em Festa (marcado para os dias 4 e 5 de junho) e está integrada no programa das Festas de São João do Porto.

Fonte: Porto Lazer